BIKE ESTRADA

Lauro Chaman é bronze na prova Contrarrelógio do Mundial de Paraciclismo

Brasileiro compete na Classe C5 que ainda teve Soelito Gohr conquistando a 9ª colocação

Encerrando as disputas das provas Contrarrelógio do Campeonato Mundial de Paraciclismo de Estrada, os competidores da Classe C, destinada para atletas com deficiência físico-motora e amputados, fizeram bonito e marcaram excelentes tempos. O brasileiro Lauro Chaman conquistou a medalha de bronze na Classe C5.

A prova contrarrelógio é disputada individualmente com os atletas largando em intervalos de 1 a 2 minutos. Vence quem percorrer o percurso no menor tempo. Na Classe C5, Lauro Chaman repetiu o resultado da Paralímpiada do Rio 2016 e conquistou a medalha de bronze com o tempo de 41min44s23.

Lauro no Contrarrelógio
(Foto: CBC/Divulgação)

“O nível do mundial está bastante alto, as classes estão com uma grande quantidade de atletas inscritos e isso é muito importante para a modalidade. Sobre o resultado eu estou muito contente, apesar de ter ficado muito perto das medalhas de prata e ouro, estou feliz e motivado para largar na prova de resistência. Agradeço a toda comissão técnica, minha família e todas as pessoas que estão torcendo por mim”, declarou Lauro.

A seleção ainda contou com Soelito Gohr terminando na 9ª colocação da mesma categoria. O vencedor da prova foi o holandês Daniel Gebru, que percorreu os 35 quilômetros em 41min07s98. A prata ficou com o ucraniano Yehor Dementyev que fez 41min17s23.

Entre os demais atletas da seleção, Victor Herling, da Classe C2, terminou em 12º lugar, e André Grizante, competindo na Classe C4, ficou na 15ª colocação. Os brasileiros voltam a competir neste sábado e domingo, encarando as provas de resistência que contam com percursos que chegam a 85 quilômetros.

O técnico Armando Camargo, que faz a sua estreia na seleção, convocou sete atletas para disputar o Campeonato Mundial. A equipe será composta por Lauro Chaman (Classe C5), Soelito Gohr (Classe C5), André Grizante (Classe C4), João Evangelista Filho (Classe C1), Victor Luise Herling (Classe C2), Jady Malavazzi (Handbike WH3) e Eduardo Ramos Pimenta (Handbike MH3).